46 3224-6420
Ginecologista e Obstetrícia

Todo cuidado à mulher em todas as suas fases.

Como “ciência da mulher” é uma área muito especial, onde participamos de todas as fases de desenvolvimento feminino, desde a primeira menstruação (menarca), até a gravidez e a menopausa. São nossos acompanhamentos à saúde feminina:

 

Métodos Contraceptivos

  • Exames de Rotina e Complementares
  • Gravidez/Saúde Gestacional
  • Estética Íntima
  • Menopausa
  • Infertilidade Feminina
  • Doenças Femininas
  • Reprodução Humana Assistida
  • Cirurgia Ginecológica Minimamente Invasiva

 

Implante hormonal: Seu companheiro em bem-estar

O corpo da mulher é lindo e o que a faz possuir contornos belos e se sentir bem e em equilíbrio, são os hormônios. O termo de origem grega que significa “pôr em movimento” tem cada vez mais relações com o perfil da mulher da era moderna, que exerce mil atividades e não precisa mais sofrer com determinados desconfortos. 

Os implantes hormonais estão aí para ajudar homens e mulheres, e não apenas em um caso de reposição, mas pode proporcionar também redução de gordura corporal, com possível ganho de massa muscular.

É indicado também para aquela menina que menstruou precocemente, aquela adolescente que tem muitas cólicas, aquela jovem que não quer menstruar todo mês, (auxiliando na melhora de celulite, contorno do corpo) e para quando a “maturidade” pede ajustes na libido para manter uma vida sexual ativa, sem restrições. 

Por natureza, os hormônios são substâncias produzidas pelas glândulas endócrinas. Eles residem na corrente sanguínea, sendo transportados pelo sangue para atuarem em áreas específicas do organismo. Os hormônios são governados por atividades cerebrais e regulam o crescimento, o desenvolvimento, controlam as funções de muitos tecidos, auxiliam as funções reprodutivas e regulam o metabolismo.

 

Muitos benefícios para a mulher

Recomendado para mulheres que buscam um método eficiente de contracepção, os implantes hormonais trazem muitos benefícios. É indicado para:

  • Menstruação precoce;
  • Prevenir problemas como ovário policístico e endometriose;
  • Proteger a fertilidade da mulher;
  • Agir contra a osteoporose (perda óssea);
  • combater a Anemia feminina;
  • Ajustar a baixa libido;
  • Amenizar cólicas e enxaqueca da TPM;
  • Reposição hormonal – no climatério, menopausa e andropausa.

Agende sua visita na Clínica Matriline e descubra mais.

 

Hormônios agindo em seu favor

Os hormônios passíveis de serem implantados são classificados como hormônios bioidênticos (aqueles que possuem exatamente a mesma estrutura química e molecular encontrada nos hormônios naturalmente produzidos pelo corpo humano, o que elimina os efeitos colaterais “indesejáveis”) Estradiol e Testosterona; além dos hormônios anticoncepcionais Elcometrina, Gestrinona, Nomegestrol e Levonorgestrel.

Esses hormônios são associados de acordo com a necessidade de cada paciente, verificada após exames específicos.

O tratamento é realizado por meio da implantação subcutânea de um segmento de tubos de silicone semipermeáveis. Esses tubos medem de 4 a 5cm e comportam cerca de 50mg de uma substância hormonal pura. 

Os implantes podem ser colocados em qualquer parte do corpo, preferencialmente na região glútea. O procedimento de implantação dura menos de dez minutos, é indolor - já que é feito com anestesia local - e não apresenta restrições. Após a implantação, o hormônio é liberado gradativamente na corrente sanguínea, de maneira segura e com dosagem personalizada, por um período de seis meses a um ano.

A atuação dos hormônios foi pesquisada por mais de 40 anos pelo cientista brasileiro, professor dr. Elsimar Coutinho e seus colaboradores.

 

Revele-se aos tipos de Hormônios e suas indicações

 

Estradiol 

Indicado para: inibição e combate aos sintomas da menopausa

O estradiol é utilizado na reposição hormonal para mulheres com hipoestrogenismo (diminuição do nível de estradiol) de qualquer natureza, principalmente na menopausa. O número de cápsulas recomendadas varia de acordo com o grau de hipoestrogenismo, a idade, o peso, a altura e a existência ou não de fatores como o uso do fumo e o consumo de álcool, que podem afetar a liberação ou a ação do esteróide. Seis implantes proporcionam níveis sanguíneos que variam de 20 a 50 pg/ml de estradiol no sangue circulante na maioria das usuárias.

 

Testosterona 

Indicado para: aumento de libido e receptividade sexual, prevenção de osteoporose. Tem efeitos antidepressivos. 

Os implantes de testosterona são usados na reposição hormonal tanto em homens com hipoandrogenismo de qualquer natureza, proporcionando níveis satisfatórios do hormônio por período de um ano. O aumento de 20 a 30% nos níveis sanguíneos de hormônio permite uma melhora na sintomatologia do hipoandrogenismo (perda de memória, redução do libido, impotência sexual e astenia). 

Na mulher os implantes são utilizados para aumentar o libido e a receptividade sexual, além de apresentar efeito antidepressivo. Também representam um importante reforço na prevenção da osteopenia e osteoporose. Na menopausa os níveis sanguíneos de testosterona na mulher diminuem cerca de 10% e podem ser repostos com apenas 1-2 implantes.

 

Elcometrina

Indicado para: endometriose, dismenorréia, supressão da menstruação (inclusive em lactantes) e tratamento da TPM

A elcometrina, conhecida nos Estados Unidos como Nestorone e cuja sigla é ST-1435, está aprovada pelo Ministério da Saúde do Brasil como anticoncepcional para lactantes em virtude da ausência de efeitos colaterais para o lactente. Um único implante contendo 50mg inibe a ovulação por sés meses. Uma pequena haste é introduzida sob a pele do bumbum. No primeiro semestre de uso, 50% das pacientes apresentam irregularidades. No segundo, o índice cai para 10%. Na troca para o terceiro, praticamente todas param de menstruar. Vantagens: diminui o inchaço e reduz grandes focos de endometriose. Desvantagens: 15% das mulheres sofrem perda da libido, por isso é comum associar à substância uma pequena dose de testosterona.

 

Gestrinona

Indicado para: endometriose e miomatose, supressão da menstruação, tratamento da TPM, perda da massa muscular e da massa óssea, melhora na celulite, eleva a libido

Tem ação diferente em relação a Elcometrina e duração maior: um ano. É aplicado no bumbum. Dois meses depois, a maioria pára de menstruar. Vantagens: corta a TPM, combate a celulite, eleva um pouco a libido e contribui para o ganho de massa muscular nas mulheres que praticam esporte. Desvantagens: aumenta a acne e pode estimular o apetite nos primeiros dois meses. 

Sob implante, a gestrinona oferece a vantagem de não passar pelo fígado na primeira passagem a ser liberada lentamente ao longo de um ano, inibindo a ovulação e a menstruação. 

 

Acetato de Nomegestrol

Indicado para: Proteger o endométrio com menos efeitos colaterais e funciona como anticoncepcional

Outro progestínico que pode ser utilizado na reposição hormonal é o acetato de nomegestrol (NO). Em associação com o estradiol serve ao propósito de proteger o endométrio com menos efeitos colaterais do que o levonorgestrel, exigindo um menor número de implantes. 

Em um estudo realizado em 1.803 mulheres em idade reprodutiva em nove países, a ocorrência de gravidez ao fim de um ano foi de menos de 1%.

Desenvolvido na Bahia e aprovado pelo Ministério da Saúde, foi registrado pelo laboratório farmacêutico Novartis como SURPLANTE, um anticoncepcional anual, mas ainda não comercializado. O nomegestrol é amplamente utilizado na Europa e no Brasil com o nome de Lutenil.

 

 

 

Segunda-feira, 19 de Outubro de 2015
Voltar
46 3224-6420
falecom@matriline.com.br
Rua Itacolomi, 946 - sala 201 - 2º andar - Edificio Vega - Centro - Pato Branco / PR - CEP 85.501-240